ata

quero ler a ata do tato de teu ataque quando desata-me enquanto ataca-me.

desejo jogar todo meu sonhar no ar pelo sonar do toque de teu podar.

vou rasgar, desconfigurar essa cor que só blinda o odor de desamor

fantasiado de carnaval em pleno natal.

assina aqui tua alma, com língua tinteira e cabo de pena.

pluma,
fantasia de branco
por pena
essa águia negra

pluma,
fantasia de negro
por pena
essa águia branca

ato

L.L.

12138584_901243723302219_3562953758461219658_o

desespero

me deu uma falta de ar,
mas
não era o ar que faltava

tinha muito ar

o seu

me afoguei
relutei
e na luta,
reaprendi a te respirar

és
CO2

O2
em mim

L.L.


Foto: Thaty Taranto

12108292_896335923792999_6092383535502065060_n