cor de aurora

a mulher menina pousou em mim

mulher que rosna enquanto chora

só escuta quem tem alma envelopada de sensibilidade e des-teme
enquanto ela treme

metódica com tanta meta
de só

ser
só sermos

sua delicadeza em posicionar
mãos
é a mesma tal
a qual é
quando mima e faz cafuné em
borbo-letras

pudera
quem dera
jurar
que seu ensaio fotográfico favorito,
chama-se: “verdade”
ou será …
felicidade?

é decidida
e perdida
enquanto só ela pode guiar-se no meio de tanto desapego
abarrotado de apego

e para este dia que todos esperam que ela sorria em público,
eu dedico-a e defino-a como
lágrimas de cor de aurora

que quem sabe,
outra hora,
lhe

sorrir.

L.L.

obrigada por pousar e grudar-SER em mim.
Amo-te neguinha.

(longer life)

11168119_823274504432475_5186280000093468142_n

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s