sobre um nada

cheguei acreditar que a sua partida preencheria o vazio que habitara em mim.

descobri que o seu sumiço passou a preencher cada canto desse castelo de areia.

o vazio tornou um silêncio absoluto.

tremi de medo e celebrei sua ausência – mesmo assim.

menos você a cada gole.

menos você por mais você por outros cantos.

menos e menos.

que o nada permaneça colorindo minha pele. (assim, iludo meu espelho)

L.L.

(foto/arte: John Nicholson)

63deb46417ca063fe569992c1ea3d627